Platinum Visage
Você sabe usar o shampoo desamarelador?
07/05/2018
Descubra qual seu tipo de pele e como tratá-la!
03/07/2018
Mostrar tudo

Entenda como o visagismo pode te ajudar

Está querendo parecer mais nova? Ou seu trabalho te exige uma postura mais séria? Você sabia que é possível mudar sua expressão e sua forma de se apresentar através do visagismo?

Quando você chega em algum lugar, antes mesmo que você diga sua primeira palavra, você já está comunicando algo. Entender o que você está transmitindo é fundamental para passar a imagem que deseja.

O visagismo se baseia no estudo e análise de diversos fatores, como o formato do rosto, as feições, a personalidade e a atividade profissional para valorizar os pontos fortes da pessoa e fazer com que suas características tenham congruência com seu estilo de vida.

O visagismo é uma ferramenta que pode ser aproveitada por diversos profissionais, como cabeleireiros, maquiadores, dentistas, barbeiros, design de sobrancelha, cirurgiões plásticos etc. Atualmente, o recurso do cabelo, design de sobrancelha e maquiagem têm sido amplamente utilizados, por ser mais rápido de se chegar ao resultado visado.

Se você quer entender melhor como o visagismo age e como ele pode ajudar na construção de sua imagem, não perca este post!

Conceito de visagismo

O visagismo é a arte de criar uma imagem pessoal única, capaz de harmonizar as características físicas e pessoais de alguém, realçando sua beleza e pontos fortes. Através do visagismo, você consegue passar uma imagem de pessoa mais séria, mais poderosa, mais velha ou mais jovem.

Portanto, o visagismo não se limita a uma análise estética, mas também analisa o que é funcional para pessoa e sua personalidade. Corte, cor, tamanho e textura do cabelo, ângulo da sobrancelha, maquiagem, tudo isso é verificado pelo visagista para se chegar na aparência mais adequada.

Origem do visagismo

O termo “visagismo” é derivado da palavra francesa “visage”, que significa “rosto”. Foi usado pela primeira vez pelo maquiador e cabeleireiro francês Fernand Audry, por volta dos anos 1930, na tentativa de explicar a importância da valorização da beleza individual e a possibilidade de camuflar imperfeições.

Nos últimos tempos, o termo foi muito difundido pelo brasileiro Philip Hallawell. Philip é um renomado artista plástico, reconhecido em todo o mundo, que escreveu o livro “Visagismo: harmonia e estética” (Ed. Senac-SP). Seus estudos no campo do visagismo trouxeram muito conhecimento e contribuiu para evolução das técnicas.

Muitos profissionais visagistas destacam que o termo e o estudo são recentes, mas o conceito de visagismo existe há muitos anos. Tribos indígenas e africanas criavam as pinturas e maquiagens dos indivíduos pautado em seus guias, como orixás e animais, que frisavam características marcantes das pessoas.

Entenda agora como você pode identificar o formato de seu rosto, para combinar melhor os tipos de cabelo e maquiagem.

Tipos de rosto

Estudiosos do visagismo traçaram 9 tipos de rostos: redondo, oval quadrado, retangular, triangular, triangular invertido, losango, hexagonal base reta, hexagonal com lateral reta.

Rostos arredondados são sinal de delicadeza e suavidade, enquanto os que possuem linhas retas transmitem força e determinação. Rostos com diagonais passam a impressão de dinamismo.

Para você entender melhor, vamos falar brevemente sobre cada um deles.

  1. Rosto redondo: possui praticamente a mesma altura e largura, sendo que suas laterais são curvas. Geralmente, são encontrados em orientais e índios.
  2. Rosto oval: Também possui a lateral curva, mas tem a altura maior que a largura.
  3. Rosto quadrado: a proporção é igual ao rosto redondo (altura e largura de tamanhos próximos) e o ângulo da mandíbula fica abaixo da boca.
  4. Rosto retangular: a proporção é como no rosto oval e o ângulo da mandíbula também fica abaixo da boca, como no rosto quadrado.
  5. Rosto triangular: a parte da mandíbula é mais larga do que a testa, com a lateral levemente inclinada.
  6. Rosto triangular invertido: a testa é larga e a lateral do rosto desce em uma linha inclinada até o queixo.
  7. Rosto losangular: como no triangular, a testa tende a ser maior e a lateral desce em um linha inclinada até o queixo pontudo, contudo, as bochechas são salientes.
  8. Rosto hexagonal de base reta: a testa costuma ser reta no topo, as bochechas são salientes e o queixo é quadrado.
  9. Hexagonal com lateral reta: o ângulo da mandíbula fica rente a altura da boca e geralmente o queixo é pontudo.

O visagista também faz a análise do rosto, dividindo-o em 3 partes: traço superior, traço médio e traço inferior.

O traço superior é da testa até a sobrancelha e transmite sensações ligadas ao intelecto. O traço médio é das sobrancelhas até o nariz. Nele, o olho representa a emoção e o nariz a ação. O traço inferior é do nariz até o queixo. A boca representa a comunicação e formas de expressão, o queixo a força de vontade.

Outro estudo muito interessante do visagismo é o dos tipos de beleza, que traçam como as características psicológicas impactam diretamente na aparência. Continue lendo e descubra qual seu temperamento de beleza.

Os quatro temperamentos de beleza

Para seus estudos de visagismo, Philip Hallawell, baseou-se nos arquétipos de personalidade criados por Carl Jung. Philip traçou então quatro temperamentos de beleza. São eles:

1 Sanguínea

Ligada ao sol, a beleza sanguínea é vibrante, festiva e luminosa. Sua cor é o amarelo. Pessoas donas desta beleza são entusiasmadas, extrovertidas, alegres e cheias de energia. Geralmente, são o centro das atenções, inquietas, falam e riem alto. São pessoas destemidas, que gostam de incentivar. Contudo, podem ser impulsivas e até imprudentes, além de terem certa dificuldade para se concentrar, para se lembrar e para serem constantes.

2 Colérica

Ligada ao coração, a beleza colérica é poderosa, independente, líder. Expressa muita atitude e paixão. Sua cor é o vermelho. São pessoas fortes, corajosas, determinadas, intensas e emotivas. A determinação para defender suas opiniões podem fazer com que pareçam autoritários. Podem ser dominadores, impacientes e arrogantes.

3 Fleumática

Ligada ao éter, a beleza fleumática é espiritualizada, amigável, diplomática e serena. Sua cor é o roxo. São pessoas pacíficas, pacientes, constantes e carinhosas. Não são competitivos e tendem a se satisfazer com pouco, o que pode deixá-los acomodados. Podem ser indecisos e até preguiçosos.

4 Melancólica

Ligada a água, a beleza melancólica é elegante, artística, sofisticada, introvertida e charmosa. Sua cor é o azul. Tendem a ser sensíveis, profundos, reflexivos, meigos e prestativos. Seu bom gosto e refinamento podem levá-los a serem perfeccionistas. Podem ser ansiosos, conservadores e inflexíveis.

A verdade é que, na prática, quando vemos algo ou alguém, nosso cérebro já tira suas conclusões com base em experiências e pensamentos anteriores. Informações sobre seu suposto comportamento são obtidas antes mesmo de você ter uma atitude. Daí a importância de você conseguir se posicionar e parecer com o que você realmente é – ou deseja ser.

Se você acha que sua imagem pode estar te prejudicando no seu ambiente de trabalho, nos seus relacionamento ou está simplesmente curiosa para saber como pode realçar seus pontos fortes, agende um horário com um de nossos profissionais em visagismo. Você pode entrar em contato pelo nosso site, Facebook, Whatsapp (31) 98220-3887 ou telefones (31) 3643-7681 / 3244-1490. Teremos o maior prazer em te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *